Cada Pedroca no seu Galho

Pedro, visitando a vó
Logo inventou brincadeira nova
Que na cabeça dela deu nó
Mas que é digna de uma trova.

Pedro viu que na fazenda
Os macacos só andavam na árvore
Resolveu virar uma lenda
Se libertar do chão, esse cárcere.

Pedro, quando a vó viu
Já alcançava a folha mais alta
Seu coração pela boca quase saiu
“Mas que menino mais peralta!”

“Pedro, vou te puxar com um laço!
É perigoso, vai se machucar!”
“Tudo bem, vó, sei o que faço.
O chão nunca mais vou tocar.”

“Pedro, deixe de dizer asneira!
Pois virou menino-mico?”
“O vó, não é brincadeira
Agora, só em galho fico.”

Pedro a vó deixou preocupada
E aos pais decidiu ligar
Pois aquela macacada
Precisava terminar.

“Pedro n’árvore está trepado
E de lá não quer descer!”
“Tudo bem. Quando estiver cansado,
O braço dará a torcer.”

“Pedro sua mãe deixou louca!”
Com seus botões a vó pensou.
“De gritar já estou rouca
E ela nem se alterou.”

“Pedro é menino esperto
Mas é claro que posso enganá-lo.
Preciso que chegue bem perto
Ou meu plano desce pelo ralo.”

“Pedro-mico, olha que bacana
Tenho pra você algo fabuloso
Será que gosta de torta de banana?
Ninguém resiste a algo tão cheiroso!”

Pedro, ao sentir tal cheiro
Já começou a sorrir
Mesmo o menino mais arteiro
À torta da vó não pode resistir.

Pedro, de galho em galho,
Rumo à casa ia
Como um castelo de cartas de baralho
Sua louca aventura ruía.

Pedro entrou pela janela
E atacou direto a torta
A vó assistiu à cena bela
Com risinhos atrás da porta.

Pedro comeu freneticamente
E logo um sono bateu
“O que será que passa nessa mente
Enquanto está nos braços de morfeu?”

Pedro tangido foi
Pela vó orgulhosa
Até a cama feito boi
“Que vó maravilhosa!”

Pedro, agora só em sonhos.
A vó quase deu enfarte
Mas fez um dia bem risonho
“Que menino pra inventar arte!”

De onde vêm os bebês?

Juro para vocês que estou tentando pensar num texto legal para explicar isso.

Enquanto isso, aí vai um vídeo explicativo que conheci com um timming perfeito!

Fiquei com inveja! Queria ter tido essa idéia…

Fazendo caquinha

Inventar histórias para crianças é uma responsabilidade muito grande. As crianças são muito criativas, inventivas, influenciáveis e inocentes – e isso pode acabar se voltando contra elas.

Eu tento pensar bastante nos textos para que não tenham nenhum conteúdo de violência, palavras indevidas, comportamentos reproduzíveis inadequados e tudo mais que eu possa pensar que poderia trazer algum problema para a criança – ou para os seus pais.

Caso haja alguma crítica ou observação para fazer, por favor, não hesitem em fazer uso dos comentários. Terei o maior prazer em tirar do ar o que está trazendo problemas para as pessoas até que eu possa resolver esse problema.

Eu aprendi essa lição de uma maneira muito engraçada, mas pertinente. Um amigo meu tem uma filha de seis anos e ela ama Kinder Ovo. A questão é que Kinder Ovo é mais caro que vários outros chocolates por vezes melhores e que vêm em maior quantidade, tudo por causa da tal surpresa dentro.

Chateado por pagar caro por um chocolate não tão bom que ainda vinha com um brinquedo fuleira, meu amigo decidiu fazer a filha desistir do Kinder Ovo. O que ele fez? Disse para a filha que o tal ovo não era de chocolate, mas sim de caca.

A filha imediatamente acreditou e abriu o berreiro, lembrando-se de todos os Kinder Ovos que já tinha comido. O pai imediatamente tentou desmentir-se, mas não tinha mais volta; aquela bolotinha marrom escura, para ela, era caca.

Meu amigo chegou a pedir ajuda para a sua esposa, mas ela, a esta altura do campeonato, não conseguia parar de gargalhar do inusitado da situação e da enrascada em que ele tinha se metido. E o pior é que, quanto mais a mãe ria, mais chateada a criança ficava.

O pai decidiu então provar para a filha que o Kinder Ovo não era nada feito de caca e que tinha sido apenas uma brincadeira sua. Pegou a embalagem do produto e foi mostrar para criança que já começava a ler os ingredientes da guloseima.

Deu a embalagem na mão da filha e pediu para ela ler. A menina leu baixinho o que estava escrito e desatou a chorar ainda mais. O pai, espantado, pegou o Ovo para ler o que estava escrito.

Produto a base de CACAu.

Aí já era tarde demais. Para explicar para a filha que cacau era o mesmo que chocolate e não caca, era impossível. Ela não queria mais ouvir nada. A menina até hoje tem nojo de Kinder Ovo e acha que a tal da surpresa não tem nada a ver com o brinquedo dentro.

Moral da história: cuidado com o que você conta para o seu filho; ele acredita!

Direitos autorais

Contos Infantis Infantil Criança História para Dormir Respostas Fantásticas para Perguntas Intrigantes Por que porque como fantasia
Protected by Copyscape Duplicate Content Software
%d blogueiros gostam disto: