O Dia em que Pedro Cresceu

Pedro andava por aí chateado

Ninguém entendia seu predicado

“Já larguei há tempos o ninho

Mas só me chamam de Pedrinho.”

 

Pedro não compreendia

Ainda usarem o velho apelido

Que tinha quando bebê era ainda

Mesmo tanto já tendo crescido

 

Pedro já se sentia grande

Mas todos o viam pequeno

“Não é possível que o tempo não ande

Não passa nem para dar um aceno!”

 

Pedro quando reclama

Só houve galhofa

Quanto por mais respeito clama

Mais dizem “que criança fofa!”

 

Pedro da mãe ouve

“Logo logo cresce…

Coma já sua couve

Senão logo decresce!”

 

Pedro um dia percebe

Que de repente tudo mudou

A mãe um irmãozinho concebe

E Pedro então espichou

 

Pedro agora é Pedrão!

Para crescer, ele percebeu,

Não dependia de algo seu

Bastava só ser o irmãozão.

Anúncios

Direitos autorais

Contos Infantis Infantil Criança História para Dormir Respostas Fantásticas para Perguntas Intrigantes Por que porque como fantasia
Protected by Copyscape Duplicate Content Software
%d blogueiros gostam disto: