Pedro e o Poder do Lápis

Pedro vai começar a escola
E antes do seu dia primeiro
Não conseguia tirar da cachola
O discurso de seus pais inteiro.

“Pedro, a escola abre sua cabeça”
Disse o pai pro filho atento
“Deixa você esperto à beça
E liberta seu pensamento.”

“Pedro, aprenderá um montão!
Um pouco de muito e muito de um pouco.”
“Isso parece uma grande confusão.
Vou terminar é muito louco!”

Pedro, completamente perdido,
Por não entender o que é “etcetera”
“Será letra, número ou algo fedido?”
Aos braços da mãe recorrera.

Pedro, após as lágrimas limpas,
A mãe pegou e um lápis deu.
“Com essa varinha mágica, em etapas,
Você poderá criar um mundo só seu.”

Pedro olhou o objeto cilíndrico
sem esconder o descrédito
ao tocar, sentiu leve choque elétrico
uma energia nova, um sentimento inédito.

“Pedro, vá para a escola e aprenda
letras, números e o que etcetera é.
Deixe que a escola acenda
e de sua imaginação seja o pontapé.”

Pedro, o grande arteiro
percebeu a grande oportunidade
de usar o conhecimento inteiro
para enriquecer sua criatividade.

Anúncios

Direitos autorais

Contos Infantis Infantil Criança História para Dormir Respostas Fantásticas para Perguntas Intrigantes Por que porque como fantasia
Protected by Copyscape Duplicate Content Software
%d blogueiros gostam disto: