Cada Pedroca no seu Galho

Pedro, visitando a vó
Logo inventou brincadeira nova
Que na cabeça dela deu nó
Mas que é digna de uma trova.

Pedro viu que na fazenda
Os macacos só andavam na árvore
Resolveu virar uma lenda
Se libertar do chão, esse cárcere.

Pedro, quando a vó viu
Já alcançava a folha mais alta
Seu coração pela boca quase saiu
“Mas que menino mais peralta!”

“Pedro, vou te puxar com um laço!
É perigoso, vai se machucar!”
“Tudo bem, vó, sei o que faço.
O chão nunca mais vou tocar.”

“Pedro, deixe de dizer asneira!
Pois virou menino-mico?”
“O vó, não é brincadeira
Agora, só em galho fico.”

Pedro a vó deixou preocupada
E aos pais decidiu ligar
Pois aquela macacada
Precisava terminar.

“Pedro n’árvore está trepado
E de lá não quer descer!”
“Tudo bem. Quando estiver cansado,
O braço dará a torcer.”

“Pedro sua mãe deixou louca!”
Com seus botões a vó pensou.
“De gritar já estou rouca
E ela nem se alterou.”

“Pedro é menino esperto
Mas é claro que posso enganá-lo.
Preciso que chegue bem perto
Ou meu plano desce pelo ralo.”

“Pedro-mico, olha que bacana
Tenho pra você algo fabuloso
Será que gosta de torta de banana?
Ninguém resiste a algo tão cheiroso!”

Pedro, ao sentir tal cheiro
Já começou a sorrir
Mesmo o menino mais arteiro
À torta da vó não pode resistir.

Pedro, de galho em galho,
Rumo à casa ia
Como um castelo de cartas de baralho
Sua louca aventura ruía.

Pedro entrou pela janela
E atacou direto a torta
A vó assistiu à cena bela
Com risinhos atrás da porta.

Pedro comeu freneticamente
E logo um sono bateu
“O que será que passa nessa mente
Enquanto está nos braços de morfeu?”

Pedro tangido foi
Pela vó orgulhosa
Até a cama feito boi
“Que vó maravilhosa!”

Pedro, agora só em sonhos.
A vó quase deu enfarte
Mas fez um dia bem risonho
“Que menino pra inventar arte!”

Direitos autorais

Contos Infantis Infantil Criança História para Dormir Respostas Fantásticas para Perguntas Intrigantes Por que porque como fantasia
Protected by Copyscape Duplicate Content Software
%d blogueiros gostam disto: