Pedro Pedrando

Pedro, muito atento

Escuta da boca do pai

Algo, um novo entretenimento

Que de sua cabeça não sai.


Pedro: “Pai o que significa

O que você disse, essa palavra?”

“Filho, assim me complica.

O que na sua cabeça se trava?”


Pedro diz “Pisantes!”

“Você sabe, filho.”

“Sei que nunca ouvi antes.”

“Ai, vou ajoelhar no milho.”


“Pedro, pisante é sapato.”

“Por que falar diferente?”

“Porque assim é um barato.”

E o pai ficou contente.


Mas Pedro ficou pensativo

Com o sabor da palavra na boca

Notava-se o pensamento ativo

E que dali viria ideia louca.


Pedro voltou a falar, então,

Pensamento feito, ânimo renovado.

O pai, pego de supetão

Deixou o que fazia de lado.


Pedro pediu o controladisso

Apontando para o televisor.

O pai se indagou “Que será isso?”

E, na cabeça, começava o ardor.


Pedro, ao pobre pai explicou

Que era para usar na assistonça.

Perdido, o pai perguntou

Que seria tal geringonça.


Pedro, após esclarecer o mistério

De que era o controle e a TV,

Acrescentou com o cenho sério

Que todos os nomes ia rever.


“Pedro está mudando o nome de tudo!”

Gritou o pai à mãe por ajuda.

Ela, no entanto, fez ouvido surdo

Pois ideia do filho nada muda.


Pedro continuou sua obra

Chamando escada subidante,

Palavra na boca do pai salobra,

Indicava a mudança do mundo num instante.


Pedro disse da cadeira

O estranho nome sentatuso.

E o pai, sem eira nem beira,

Só ouvia àquilo confuso.


Pedro, assim que nomeou

a cadelinha de latidência,

Seu pai lhe implorou

Que dele tivesse clemência.


Pedro ficou pasmo

Com o pai aturdido

Como não mudar o marasmo

Do nome perdido.


“Pedro, seu pai tá velho

O próprio nome não lembra.

Se você lançar novo evangelho,

Como lembrar o que é furembra!”


Pedro explica que é garfo

Mas do pai tem dó

Decide acabar com o fuzarfo

“ou confusão”, “Assim é melhor”.


Pedro com os nomes fez as pazes

E voltou a chamar tudo como é

Mas guardando na manga como ases

Boas ideias para quando brincar quiser!

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Nadja G.
    dez 20, 2011 @ 22:28:50

    AMEI!! Fantastico!!

    Responder

  2. juliana
    jan 08, 2012 @ 16:50:25

    Muito legal, Pedro!
    Vai pros favoritos!
    bjs,
    Ju.

    Responder

  3. Henrique Vieira
    jan 10, 2012 @ 10:33:42

    belo poema! sozinho ja dava um livro 😀

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Direitos autorais

Contos Infantis Infantil Criança História para Dormir Respostas Fantásticas para Perguntas Intrigantes Por que porque como fantasia
Protected by Copyscape Duplicate Content Software
%d blogueiros gostam disto: