O que é o Escuro?

Devo admitir que passei muitos anos da minha vida com medo do escuro. Por quê? Ora, porque ele é muuuuuuito escuro! Mesmo depois de descobrir quem é que fazia os barulhos de alguém tentando não fazer barulho no meu quarto de noite, o escuro ainda me assustava.

Para tentar fugir dele, eu dormia de cara para a parede. Dessa forma, quando eu começava a sonhar e vinha o escuro atrás de mim, eu já estava virado para o outro lado, prontinho para correr dele!

Você sabia que a posição em que a gente dorme é a que a gente estará quando começar a sonhar, não é? Não? Pois é, você nunca sonhou que ia ao banheiro e acordou de pé? Ou sonhou que brincava no computador e acordou sentado na cama? Eu já acordei nadando na minha cama, tinha arrancado todo o lençol. E teve aquela vez que sonhei que estava voando e acordei abanando os braços enquanto caía no chão.

E se funciona para quando você acorda do sonho, também funciona para quando você vai dormir! Por isso que eu digo que é muito importante você escolher a posição como vai dormir para não ter um sonho maluco em que nade numa geléia de abacaxi ou voe dentro da geladeira de um gigante.

Mas agora eu não tenho mais medo do escuro. Agora, nós somos grandes amigos. Como assim? Ué, eu descobri o que é o escuro. Ou melhor, descobri quem é o Escuro.

O Escuro é um desses seres fantásticos que habitam o nosso mundo. Ele é bem grandão, quase não fala nada, mas adora uma brincadeira divertida. Ele só fica triste quando está muito claro para ele sair e brincar. Mas, de noite, quando todo mundo apaga as suas luzes, é quando ele mais tem oportunidade para ele se divertir.

Uma noite, eu estava deitado na cama virado para a parede e pronto para poder fugir no meu sonho quando decidi encarar o Escuro. Virei de frente para ele e falei bem alto “eu não tenho mais medo de você!” É claro que eu ainda estava morrendo de medo, mas tinha me enchido de coragem para acabar com a perseguição nos meus sonhos.

Aí, virado de costas para a parede, enfrentando o Escuro, foi que ouvi uma voz muito grossa e profunda dizendo “Que bom!”

Como assim? Pois é, parece que o Escuro, na verdade, só estava atrás de mim para a gente brincar. Ele tinha várias brincadeiras legais para me ensinar: ver estrelas, fazer animais de sombra na parede, esconde-esconde e várias outras mais. A partir desse dia, nunca mais dormi de frente para a parede. Sempre fico de frente para o Escuro para nos encontrarmos nos sonhos e brincarmos muito!

Anúncios

10 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Geli
    ago 23, 2010 @ 22:35:03

    Oba! Mais historinha!! Ah, o escuro!! Sempre tivemos uma boa relação! Eu sempre gostei dele e ele de mim, brincamos muito! Até hoje eu adoro o escuro! hahahahahaha! Eu durmo virada pra parede sempre, mas só quando eu não quero mais brincar com o escuro! Beijos

    Responder

    • petrusrocha
      ago 24, 2010 @ 23:27:46

      hahaha, Geli, acho que de todas, você é a que mais se diverte com os posts.

      Vou mudar o foco do público do blog para “crianças crescidas”, que acho que tem mais a ver. heheheheh

      Bjs!

      Responder

  2. Ju
    ago 23, 2010 @ 22:50:50

    Na maioria das vezes eu não tenho medo dele, pelo contrário, sempre fingi ser corajosa o suficiente… Mas tem dias que tenho medo, não sei explicar muito bem… nesses dias e não consigo dormir descoberta! Mesmo que esteja um calor danado… Porque na minha cabeça o lençol e/ ou o edredom me protegem do escuro. Debaixo deles nada me acontecerá!

    Responder

    • petrusrocha
      ago 24, 2010 @ 23:29:07

      Pô, Juba, e eu que achei que tinha mandado bemzão virado para a parede, vem você com o cobertor! Genial!

      Imagino que cada criança deva ter sua técnica para escapar do Escuro.

      Bjs!

      Responder

  3. paula carneiro
    ago 24, 2010 @ 00:29:45

    Ahhhhh q fofo!
    Eu sempre tive mto medo do escuro e meus primos, malvadões, faziam barulhos horriveis , me trancavam no armário e me zoavam de monte por causa do escurinho.
    Hj temos uma relação de respeito. Eu e o escuro!
    Clara tb tem medinho, mas eu digo que o escuro é o qd a luz precisa fechar os olhos pra descansar… hehehehehhe
    beijos

    Responder

  4. Tatiana T
    ago 24, 2010 @ 09:05:00

    Aaah, que máximo!! Adorei.

    Quando eu era criança (confesso que durou até uns 20 e poucos anos), morava num sobrado e era sempre a última a ir dormir, dai a tarefa de apagar a luz da sala lá embaixo era minha… adivinha? eu apagava a luz e subia a escada correndo o máximo que eu podia, entrava no meu quarto e fechava a porta, porque tinha medo do escuro… que bobeira, né? Era só virar de frente e brincar com ele… =D

    Adorei a história.

    * * *

    Infelizmente eu não conheço a Jana Magalhães, não. Sou apenas admiradora dos desenhos dela (http://www.janamagalhaes.com/)

    Mas faça isso mesmo, ilustre as histórias nem que seja com aquele bonecos de palitinho, sabe? hahahahaha.

    * * *
    Lembrei de uma coisa que meu sobrinho tb tem PAVOR: médico.
    Acho que na época de tomar vacina, ele pegou esse medo. Como algumas vacinas doiam, eu acho que ele associou “pessoas de branco” com dor, sabe? Sempre que vai no médico ele fica apavorado, não quer sair do colo da minha irmã, não quer deitar na maca, quiçá fazer exames!

    Uma vez, ele era pequeno, tinha 1 ano e meio +/- , usava fralda ainda, a gente tava zoológico e precisou trocar a fralda dele. Fomos no fraldário, mas era junto da enfermaria… quando ele viu as enfermeiras vestidas de branco, começou a espernear, gritar, chorar, descabelar… queria sair correndo, não queria mais trocar a fralda… não queria nem entrar no fraldário. Com muito custo e muita conversa, ele entrou no fraldário, mas tivemos que trocar a fralda mega-rápido. Eu fiquei ajudando, pra ir mais rápido, senão, não ia trocar!

    Um abraço.

    Responder

    • petrusrocha
      ago 24, 2010 @ 23:15:59

      Tati, vou te contar que médico é complicado mesmo. Tenho um sogro e uma esposa que têm pavor de médico. Você não sabe como é complicado fazer qualquer um dos dois terem uma consulta. Carol tá desde que conheço ela sem enxergar número de ônibus e não consegue ir de jeito nenhum num oftalmo para fazer o óculos. Vê se pode!

      Vou ver o que posso fazer por essa pergunta, mas admito que se encontrar uma resposta, vou testar em casa primeiro.

      Valeu pelas contribuições aqui no blog!

      Bjs!

      Responder

  5. Sarah
    ago 24, 2010 @ 16:37:05

    Oi Pedro! Adorei seu comentário lá no blog! Tento não ligar para as comparações entre as crianças, mas tem hora que é bem difícil… principalmente porque Bento e o primo são quase da mesma idade. Mas enfim, o negócio é fazer cara de paisagem para os comentários impertinentes e deixar cada criança no seu ritmo de desenvolvimento.
    Bacana sua versão para o escuro! Depois dessa e dos barulhos de alguém tentando não fazer barulho, lembrei de algo que tinha medo quando criança (aliás, tinha não, tenho até hoje, kkkkk): alienígenas! Fica a dica de uma história sobre seres de outro planeta! 😛

    Responder

  6. Maya
    ago 24, 2010 @ 22:42:05

    Adorei!
    Eu tb tive medo do escuro até grandona!
    E Que criança não tem medo de escuro?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Direitos autorais

Contos Infantis Infantil Criança História para Dormir Respostas Fantásticas para Perguntas Intrigantes Por que porque como fantasia
Protected by Copyscape Duplicate Content Software
%d blogueiros gostam disto: